Longe estão os dias de software autônomo (‘stand alone’) e seu sistema de gerenciamento de armazém deve estar na lista de plataformas a serem integradas.

Usar uma equipe forte no WMS em grupos para trabalhar mais e mais em tarefas que podem automatizar outras plataformas, apresenta as chances de pessoas perderem informações vitais que não são colocadas de forma alinhada ou arquivos de clientes e introduzem obstáculos desnecessários.

Há muitos ganhos que você pode conseguir abrindo os dados em seu WMS. Vamos analisar cinco dessas oportunidades que você deve priorizar primeiro.

ERP (ENTERPRISE RESOURCE PLANNING)

Os sistemas ERP servem como um repositório gigante para todos os dados da sua empresa. Eles criam, agrupam, combinam, processam, distribuem e usam informações de todas as disciplinas para o benefício de cada operação. Eles são projetados para ser o mais direto possível devido a esse amplo uso.

A integração do seu ERP com seu WMS geralmente coloca todos os seus dados de armazenamento em uma interface limpa e simples, tornando mais fácil para todas as partes interessadas saber o que está acontecendo e planejar adequadamente. A integração com o ERP também tende a reduzir os dados redundantes, o que significa que você está sempre trabalhando em seu melhor conjunto de informações.

Dê a si mesmo uma imagem completa de suas operações.

TMS (SISTEMAS DE GESTÃO DE TRANSPORTE)

Gere uma imagem mais clara de sua eficiência operacional geral vinculando seu TMS ao seu WMS, especialmente se você estiver no espaço de produção ou distribuição.

É hora de eliminar esses silos tradicionais para que você possa olhar de ponta a ponta para fins de planejamento e previsão, bem como auditorias de seu desempenho. Conectar-se ao seu TMS pode ajudar no planejamento de demanda e na alocação de espaço.

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT)

A integração com o ERP cuida dos seus dados internos, e muitos também se integrarão às ferramentas de CRM, mas às vezes um ERP não pode entregar todos os seus dados de armazenamento para o CRM.

A integração do WMS com as ferramentas do CRM significa que você poderá rastrear as atividades do cliente desde a oportunidade até a captura do pedido e pelo processamento e atendimento de pedidos. Você também pode vincular as campanhas de e-mail de satisfação e testemunho à eficiência do depósito e ao status das entregas.

É essencialmente uma oportunidade para criar um plano de carga em tempo real para seus caminhões e expedições em outros modos, além de muitas oportunidades para executar uma análise mais detalhada do desempenho de toda a sua operação.

ROTEIRIZADOR

Um sistema de roteirização faz o planejamento das rotas que sua frota vai usar. Para fazer as entregas de forma mais eficiente, é preciso pensar nas melhores rotas e planejar o itinerário da frota com cuidado. Essa pode ser uma tarefa extremamente trabalhosa e consumir muito tempo quando feita manualmente. Roteirizadores mais avançados, como Roadnet por exemplo, fazer esta tarefa em 30 segundos – dependendo da quantidade de rotas.

Assim, o WMS pode ter as suas cargas montadas a partir das informações das rotas criadas pelo roteirizador. Considerando a quantidade de rotas (entregas) e a velocidade que podem ser criadas, é crítica a necessidade de integração deste sistema com o WMS.

Não é obrigatório para todos, mas é definitivamente um requisito para quem lida com operações complexas de envio.

SOFTWARE LEGADO

A última oportunidade de software a ser considerada é qualquer coisa que sua empresa utilize para operações diárias ou previsões que você criou ou customizou. Qualquer coisa que possa usar dados do armazém ou que atualmente exija que você exporte informações para um arquivo e, em seguida, carregue-o em outro local é um alvo principal.

A integração em geral não apenas reduz a chance de erro humano, mas também oferece mais oportunidades para analisar dados amplos da empresa e mais chances de melhorar seus fluxos de trabalho e eficiência.